Bem-vindos a Helsinki, na Finlândia: uma cidade kids friendly

Como é a cidade, quando ir e como chegar a uma das cidades de maior qualidade de vida no mundo!

Me recordo que, desde as minhas aulas de Geografia, eu ficava de olho naquele polo lá em cima do mapa, onde para mim sempre foi tudo branquinho, e onde habitavam renas, os huskies e o Papai Noel.

No nosso caso, esse sonho foi realizado, mas de uma forma diferente, já que fomos no verão. Acreditem que dispensamos até os casacos! Não estava nevando e vimos tudo verdinho, cercado de muitas flores, sem perder a magia porque também vimos muitas coisas que só se vê no verão.

A seguir, o papo nesse post vai ser Helsinki, capital finlandesa e um dos lugares mais especiais que já visitamos na Europa. Vem com a gente!

Bem-vindos a Helsinki!

De toda Europa, a Finlândia é um dos países menos povoados, só perdendo para a Noruega e para a Islândia. Porém, as poucas pessoas que lá estão tornam esse lugar muito especial, já que são bem kids friendly.

O país é referência mundial em educação, e essa área é muito valorizada por lá. Banhada pelo mar Báltico azul acinzentado, a costa é pontilhada com ilhas. De um lado, se vê o forte; de outro, um zoológico. Oferecendo bastante espaço natural ao ar livre, é perfeita para ser explorada, uma cidade que relaxa pela sua calmaria e pelo jeito que sua população leva seu dia a dia.

Conquistei meus filhos ao dizer que os famosos passarinhos Angry Birds (aqueles do joguinho que são arremessados por um estilingue) foram criados lá em 2009 pela empresa Finlandesa Rovio. Tem até um parque no país em homenagem aos bichinhos chamado Angry Birds Land, mas fica a 2 horas de Helsinki.

Helsinki, uma cidade kids friendly

Helsinki é uma cidade pequena fácil de conhecer a pé, principalmente durante o verão. No inverno, as temperaturas chegam a -7 Cº, e muitas pessoas usam o ônibus como seu principal aliado. Helsinki é composta de três cidades, uma ao lado da outra: Espoo, Vantaa e Kauniainen, que juntas totalizam, em média, 1 179 000 habitantes.

O tamanho pequeno da cidade faz com que seu povo seja mais unido e conectado, sem trânsito nem multidões. Podemos dizer que é uma cidade kids friendly por vários motivos. Além de ter uma enorme variedade de atrações e atividades para serem feitas em família, a cidade conta com serviço de babá nos shoppings centers para deixar os filhos, transporte público gratuito para um adulto com uma criança menor de 6 anos, elevadores nas estações de metrô para quem estiver com carrinhos, e área de recreação em algumas cafeterias e restaurantes.

Resumindo, Helsinki  nunca está superlotada e é muito segura para as crianças. É pequena o suficiente para não ter tumulto, e grande o bastante para receber muito bem os turistas.

Como se locomover em Helsinki

Aproximadamente 20 km separam o aeroporto de Helsinki, e neste caminho está Vataa. Dali, pode-se pegar um Uber ou táxi para a cidade que custa entre 45 a 50 euros em um trajeto de em torno de 30 minutos.

A outra opção seria o Finnair City Bus, que sai a cada 20 minutos. Os tickets podem ser comprados online ou diretamente com o motorista. A ida e volta custa aproximadamente uns 13 euros.

A terceira opção seria ir de trem, que demora em torno de 30 minutos e custa mais ou menos 5 euros. Mas com criança, eu sempre prefiro usar o Uber ou o Trem.

Como Helsinki é uma cidade pequena e muito cool, a melhor forma de se locomover de uma atração para outra é a pé ou através de transporte público que é gratuito para quem anda com carrinho de bebê.

Quando ir a Helsinki

O clima no inverno é extremamente frio e seco, enquanto no verão as temperaturas são amenas. No verão, as noites são muito curtas – é quando acontece o sol da meia-noite, e no inverno é ao contrário: os dias é que são curtos demais.

Para poder aproveitar os parques, jardins e lagos, eu aconselharia ir no verão. Sem contar que neste período, tem muita gente nas ruas, nos bares, além de concertos e jazz.

Apesar disso, a cidade tem também uma boa infra no inverno, já que na maior parte do ano, as pessoas sentem muito frio. 

No outono, os dias começam a ficar mais chuvosos e nublados. Parece até que o tempo vai se preparando para anunciar o inverno, e a cada dia que passa, a quantidade de horas de luz solar vai diminuindo.

Muitas pessoas procuram o país de outubro a março para ver o fenômeno da Aurora Boreal. Mas isso depende de muitos fatores, como o céu estar mais escuro, a atividade magnética local estar muito mais forte etc.

Dezembro é a altíssima temporada em Helsinki, quando o país se prepara para a chegada do Papai Noel cercado de muita neve e feiras de Natal.

Ou seja: para escolher em que época você deve visitar, leve em consideração a quantidade de luz que terá durante o dia. Eu, por exemplo, fico angustiada com dias muito curtos; por isso, sem sombra de dúvida, a data que escolhemos para ir foi ótima.

Compras em Helsinki

Como todas as cidades dos Países nórdicos, Helsinki não é dos lugares mais baratos para se fazer compras.

Porém, Helsinki tem uma loja de departamento bem famosa que é sempre cheia de liquidações e descontos, a Stockmann, onde tudo o que quiser encontrar pode ser achado. Fica na rua Aleksanterinkatu “Aleksi,” que começa no palácio presidencial e cruza pela Praça do Senado (essa rua no Natal fica mais linda ainda!)

Por ser tudo caro, existem várias lojas de “segunda mão” com preços muito baratos e de boa qualidade, o que faz a alegria dos turistas.

O Design District também é um ótimo lugar para ver e comprar coisas mais criativas. Eu sempre prefiro apostar em algo que não seja tão comum.

Um dos maiores shopping centers de todos Países nórdicos chama-se Itakeskus e fica a uns 20 minutos do centro de Helsinki. Também é uma ótima opção de compras, pois vimos várias lojas novas. De todo shopping, eu só conhecia Nespresso e Zara!

Mais perto da cidade tem o Forum, o Kamppi e o Kamp Gallery, onde fica a loja do Angry Birds que as crianças tanto adoram com vários brinquedos e roupas.

Mas não vá esperando em nenhum desses shoppings encontrar marcar das mais tradicionais e famosas, pois essa não é pegada fashionista do país.Vá em busca de descobrir novas lojas!

Hospitais em Helsinki

Como na maioria dos países europeus, o sistema de saúde na Finlândia é público. A população, de uma forma geral, tem 80% de atendimento pago pelo Governo. O maior hospital para crianças da cidade é o Hus

 

Vai viajar? Fale comigo pra montar seu roteiro. Para mais informações, acesse aqui!



Comentários