O que fazer em Auckland com crianças

Praias, parques, mercados, aquários, turismo rural e muito mais: Auckland traz um mundo de atrações para entreter toda a família. Confira todas elas!

Para quem não sabe, Auckland é uma cidade com uma infinidade de atividades que podem entrar na programação com as kids, como praias, parques, mercados e feirinhas, turismo rural, aquários, museus, Jardim Botânico e muito mais.

A lista é tão longa que, como só ficamos 4 dias, não deu para fazer tudo. Mas a boa notícia para quem pretende ficar por poucos dias é que, em pouco tempo, se consegue fazer muita coisa pela cidade: Auckland é relativamente pequena e as atrações são logisticamente perto. Isso me surpreendeu positivamente, porque mesmo com todas as atividades, dá para passar apenas alguns dias sem se preocupar em ficar muito tempo.

Outro ponto positivo é o fato de não enfrentarmos filas e multidões em nenhum lugar, mesmo sendo época de férias escolares! Por esse motivo, recomendo fazer como nós fizemos: se perder pela cidade a pé. Mas se você prefere não precisar caminhar, pode ficar tranquilo que, assim como em Sydney, o transporte público atende bem.

Assim que chegamos, fomos visitar a famosa Sky Tower, que oferece uma boa vista da cidade lá de cima e ainda tem vários restaurantes. Nossa jornada estava apenas começando!

DICA DA MAMÃE VIAJANTE

Uma das melhores formas de se locomover por lá  caso não tenha carro é usar o transporte público.O cartão que se adquire para usar nesses coletivos  é passado na entrada e na saída, mas só é debitado mesmo na saída. Isso acontece porque o valor da passagem é calculado com base na distância percorrida.

O que fazer em Auckland

Praia de Mission Bay: É uma praia bem bonita, localizada em um bairro charmoso e atraente e, além de tudo, com ótima infra, já que é a praia mais famosa da cidade. Seguindo a Temaki Drive (Avenida à beira-mar), fomos em busca do Aquário. Existem várias outras praias, todas com as mesmas características: água calma, playground para as kids e infra para as famílias. Como ficamos poucos dias, não fomos a Brown Bay e a Big Mainly Bay, mas as duas são bem recomendadas para as Kids.

Kelly Tarlton’s Sea Life Aquarium de AucklandO Aquário de Auckland é bem interessante para as kids por não ser muito grande e ter vários bichos. Elas se divertem também porque é uma mistura de museu, aquário e parque temático. Tem um túnel de vidro que nos dá uma sensação de estarmos dentro do mar, e os pinguins e tubarões sempre fazem o sucesso com a garotada. Como tudo na Nova Zelândia é discreto, acabamos passamos direto pela porta do aquário. A dica de ponto de referência para não se perder é o Royal Akarana Yatch Club, que fica bem ao lado, a mais ou menos uns 5 km do centro.

Waitemata HarbourPor estarmos na capital mundial das velas, não tínhamos como não fazer um passeio de barco por essa baía linda, cheia de vida e muito calma. Nos passeios, vimos onde estão os principais pontos turísticos da cidade, como Harbour Bridge, Rangitoto Island, Bean Rock e o Sky Tower.

Sky TowerÉ uma imensa torre de onde se pode ter uma visão diferente da cidade em vários ângulos. No dia em que fomos, o tempo estava chuvoso e as nuvens atrapalharam um pouco. São “apenas” 328 metros de altura, e para os pais mais animados em busca de adrenalina, ainda dá para se aventurar fazendo um Bungee Jump no lado de fora. É o ponto turístico mais visitado, e a torre ainda abriga vários restaurantes e hotéis. Jantamos no Orbit, que é giratório e que deixou as crianças boquiabertas.

DICA DA MAMÃE VIAJANTE

Auckland tem vários vulcões adormecidos, já que a cidade está praticamente toda em cima da lava. Portanto, não deixe de visitar pelo menos um: são mais de 50, como o Mount Eden e o One Three Hill do Cornwall Park.

Ilha de Rangitoto: Conhecida por ser o mais jovem vulcão da região vulcânica da cidade. Pegamos uma balsa no centro e exploramos várias coisas nessa ilha, principalmente as cavernas. Importante atentar que esse é um programa de 1 dia, por isso, demanda um tempo maior.

Auckland War Memorial Museum: Como chove muito em Auckland por lá, é preciso ter um plano B para esses dias. E isso aconteceu com a gente e não partimos para uma boa opção que foi o Museu de Auckland, que fala muito da cultura Maori (cultura indígena local com influência da Polinésia e presente até hoje). Um destaque é a abordagem bem bacana com as crianças: o museu as incentiva a desenvolverem uma compreensão do mundo a seu redor, conhecer e explorar culturas, artes, ciências etc. Esse museu também é conhecido como War Memorial Museu pelo fato de exibir ornamentos e barcos dos navegadores, além dos tanques, aviões e barreiras que simulam que estamos dentro de uma delas.

Parnells Farm Market: Ao sair do museu, passamos no Auckland Domain para curtir e depois no bairro de Parnell. Lá estava acontecendo esta feira típica local, comum todos os sábados com produtos fresquinhos vindo da fazenda, além de várias comidas e frutas para degustação. Uma delícia!

Mount Eden: É um dos mais de 50 vulcões adormecidos de Auckland, e oferece uma visão 360º da cidade já que fica bem no alto, com 196 metros de altura. Por questões de preservação, não é permitido entrar na cratera de aproximadamente 50 metros. Mas não pense que vai chegar lá e encontrar um cenário todo preto e cinza: a área é toda “forrada” por um tapete verde de gramado, e a vista lá de cima é uma das mais lindas da cidade. Fomos de ônibus até o ponto onde se inicia a caminhada de 30 minutos até o lugar, mas as crianças não se animaram de subir mais (viajar com criança tem disso!). Como não tínhamos como levar todo mundo no colo, só o Pedro foi. Não acreditei quando vi as fotos!

DICA DA MAMÃE VIAJANTE

Se for subir, não deixe de levar casaco porque o vento sopra com bastante força por lá!

Maritime museumMuseu bem interessante e interativo para as kids, que aborda desde das colonizações europeias antigas até os enormes iates modernos. Possui sete galerias que contam histórias e a coragem dos navegantes em suas jornadas incríveis. Uma parte do museu tem vista para o mar, um cais que dá para relaxar e algumas atividades para entreter as crianças.

Estádio de Eden ParkVimos só do lado de fora. É um estádio para jogos de rugby e cricket, os principais esportes da cidade. Não tivemos tempo de fazer um tour pelo estádio, mas visitas podem ser agendadas para conhecer os bastidores.

Auckland Zoo: Pode ser uma boa experiência, já que tem vários bichos da Oceania – ou seja, vários animais que muitos de nós, sul americanos, nunca vimos. O zoo não é tão grande, o que não cansa tanto, e os animais são divididos por continentes. É um verdadeiro lar de espécies exóticas do país! Outro diferencial é que o local tem muita coisa para fazer: sempre tem um evento, um encontro com os animais… Meus meninos ficaram admirados com o tamanho dos tigres.

Whoa StudiosUm lugar que foi feito para assistir espetáculos e visitar os bastidores de um show. Mas o que eles amaram mesmo foi o playground urbano, e uma rede de crochê que eles escalaram. Ali mesmo, tem um restaurante muito bom chamado The Grounds. No verão é ainda melhor, porque são montados vários tobogãs infláveis bem grandes que toda criança ama!

Jardim BotânicoComo todos  os outros jardins, são bem estruturados com suas flores e plantas deslumbrantes. Porém achei um pouco longe das principais atrações, a 25 km do centro. Se tiver pouco tempo na cidade, não seria a melhor pedida. Mas se tiver um tempo a mais, faça como nós e se aventure nesse lugar que tem bastante espaço para as crianças correrem e vivenciarem o melhor da natureza.

Auckland Vector Wero White Water Park: Para quem tem um pouco mais de tempo e já vai passear pelo lado do Botanic Garden, uma dica bem bacana para combinar é o Auckland Vector Wero WhiteWater Park. É um parque que possui rios, um lago, uma cachoeira artificial e muita adrenalina para as kids. Perfeito para as famílias fazerem rafting!

Compras em Auckland

O que vale a pena comprar em Auckland são roupas esportivas; o restante, achei os preços bem parecidos com os daqui.

Uma das ruas mais famosas para compras na cidade é a Queen Street. Lá, encontramos desde souvenirs e presentes mais acessíveis até lojas de marcas luxuosas. Assim é também na vizinha ao lado, a Customs Street, com vários cafés, restaurantes e opções de entretenimento para quem também não curte muito fazer compras.

Além disso, o bairro de Britomart, perto do centro, tem uns pufes gigantes sobre a grama e é onde se concentram as lojas de grife, cafés e restaurantes. Tem ainda a Ponsonby Road que não tivemos tempo de ir, mas além dos seus cafés ultra modernos, tem inúmeras lojas de designers de moda com uma pegada um pouco mais cool.

 

Eu disse que a lista era longa, não disse? Agora que já dá para montar seu roteiro por Auckland com as atrações mais imperdíveis, você precisa saber onde recarregar as energias da família entre um passeio e outro. Dá só uma olhada no post Onde Comer em Auckland e não se esqueça de tomar nota dos restaurantes principais da cidade!

 



Comentários