Amazônia com crianças: o que levar, quando ir e muito mais

Visitar a maior floresta tropical do mundo com crianças é uma aventura inesquecível!

Ir à Amazônia com crianças foi uma experiência que me surpreendeu muito positivamente! Com os últimos acontecimentos que temos acompanhado sobre as florestas, me bateu aquele desespero do “tenho que ir antes que acabe!”. Mas, ao visitar a região, percebi que exagerei, já que é verde que não acaba mais!

Conhecer a maior floresta tropical do planeta valeu a pena. Para se ter uma ideia da grandiosidade da Amazônia, sua extensão ocupa partes de vários outros países além do Brasil, como Venezuela, Peru, Colômbia, Bolívia, Equador,Suriname, Guiana e Guiana Francesa. Muitos a apelidam como pulmão do mundo.

De cima, é impossível não se impressionar com aquele “tapetão” verde formado pelas árvores e que dá pra ver do espaço. Conhecendo a Amazônia de perto, a coisa fica ainda melhor porque nos deparamos não só com o verde, mas com a rica fauna que vive entre as árvores, como araras, tucanos, tamanduás, jacarés, piranhas e cobras.

São tantas espécies diferentes em um dos ecossistemas mais ricos de recursos naturais do mundo que a biologia nem deve ter conseguido catalogar todos eles!

Amazônia com crianças vale a pena?

Não vá pensando que lá é um destino parado, porque tem muita coisa para fazer. As programações são intensas e bem interessantes. É uma terra cheia de aventura, cercada por várias lendas e, mesmo sem nenhum tipo de conexão urbana, os moradores locais conseguem viver e se desenvolver.

Aliás, esse é um dos motivos pelos quais vale tanto a pena viajar para a Floresta Amazônica! É ver e vivenciar, de perto, como essas pessoas vivem e se surpreender com coisas como a falta de um endereço, por exemplo. Alguns municípios são acessíveis somente de barco, e uma coisa que me chamou a atenção foi o fato de a única referência de local para alguns desses municípios ser “no braço direito do Rio Negro”. Achei que fosse piada, mas é exatamente assim!

O que mais nos chamou atenção foi o espetáculo gratuito da natureza justamente na linha onde os rios Solimões e Negro se encontram. Por terem temperaturas e cores diferentes, essas águas não se misturam. O pôr-do-sol que, com as cores da floresta, ficava ainda mais reluzente de tão lindo, também foi o que mais me impressionou! Vi um brilho diferente que não me recordava de ter visto há muito tempo.

O lugar é bem quente e parece que joga esse calor para água do rio, que é bem morninha. Porém, em frente ao hotel que estávamos não era aconselhado mergulhar. Isso depende muito do ponto onde estiver, mas com crianças, eu não aconselho.

Amazônia com crianças: o que levar?

Em cada viagem que faço, eu normalmente trabalho com um checklist para montar as malas que sempre ajuda as mamães nessas horas. Mas já que estamos falando de um tipo de viagem bem diferente do que estamos acostumados, preferi tomar um cuidado a mais.

A seguir, baseada na minha experiência com meus 3 filhos lá, vou especificar o que não pode faltar na mala deles:

  • Roupas leves e impermeáveis: calças de tactel e leggings são bem-vindas para evitar picadas de inseto e possíveis cortes superficiais por causa da vegetação. Camisetas de manga comprida também são uma ótima opção para se proteger do sol.
  • Calçados como tênis de caminhada e botas de tracking antiderrapantes, já que a floresta é sempre úmida.
  • Mochila
  • Óculos de sol
  • Chapéu
  • Protetor solar
  • Repelente
  • Máquina ou celular com câmera boa para tirar fotos!

Quando visitar a Floresta Amazônia com crianças

A Amazônia tem um clima quente e extremamente úmido e devido à proximidade com a linha do Equador. Ou seja, a umidade relativa é muito alta, o que resulta naquela sensação de calor constante. Quanto ao melhor período para visitar, depende muito do que você quer ver.

Se você não quer passar tanto calor, tome nota: em agosto e setembro, as temperaturas podem atingir até 40 graus. De maio a setembro, os rios estão bem cheios e o nível de água cresce muito. Ou seja, fica bem mais fácil de navegar pelos rios, porém mais difícil de ver os jacarés e de pescar.

A época chuvosa na Amazônia vai de dezembro a maio. De junho a setembro, as chuvas já reduzem e os rios estão em sua altura máxima. De outubro a novembro, seca tudo e aparecem as praias de novo.

No próximo post, eu vou contar para vocês sobre as atividades que fizemos na Amazônia com crianças. Uma experiência, sem dúvidas, inesquecível e extremamente rica para toda a família!

>> Deu vontade de conhecer esse destino juntinho com a família? A Nath e a Travel Place preparam um roteiro na medida certa para vocês fazerem a viagem dos sonhos!



Comentários