Dubai com crianças: uma aventura árabe!

De tão grandiosa, a cidade parece ser vista sob uma lente de aumento

Nunca imaginei conhecer Dubai com crianças. Primeiro, pelo fato de ser muito longe; segundo, porque eu tinha uma ideia da cidade ser totalmente artificial; e terceiro, pela total falta de conhecimento das coisas que existem para fazer com crianças por lá.

Em 2016, minha irmã se mudou para a cidade, e eu comecei a pesquisar melhor sobre o lugar. E não é que tive uma grata surpresa? Vem comigo descobrir o porque esse é um dos roteiros mais interessantes para quem viaja com a família!

Dubai com crianças

Dubai é uma cidade ousada, de onde se vê fileiras e mais fileiras de arranha-céus. Tudo é imenso, alto, moderno, porém ainda preservando um lado cultural que contrasta com todo esse modernismo. Vamos viajar juntos pelo mundo árabe com a garotada!

Dubai com crianças vale a pena?

Antes de embarcar, achava que iria encontrar uma cidade que se resumisse a compras, hotéis de luxo e ostentação dos árabes. Mas o que vi foi todo um lado kids friendly que me surpreendeu! A forma e a atitude com que as pessoas tratam as crianças por lá nos chamou atenção. Quando nos veem com elas, os locais nos tratam de uma forma diferenciada.

Há quem apelide Dubai de “Orlando da Ásia”. Eu diria que Dubai é uma espécie de “mais tudo” em tamanho e em diversão. Para definir essa cidade, tudo deve ser no superlativo mesmo! É moderna, internacional e foge de qualquer tradição de viagem que já tenha feito.

De shoppings a parques de diversão, de museus a praias: Dubai tem de tudo de forma imensa, sem nem precisar se preocupar quando se fala de espaço. Ir a Dubai com crianças é certeza de férias inesquecíveis!

Dubai com crianças

Em Dubai, tive a sensação de estar em um verdadeiro playground com várias opções para adultos e crianças. Dos melhores restaurantes até aventuras no deserto com direito a pista de esqui artificial e o maior aquário no meio de um shopping – há opções de lazer para todos os gostos, e o que não falta lá é coisa para fazer.

As praias, banhadas pelo Golfo Pérsico, são ideias para diversão em família mesmo se não estiver em um resort com praias.

É lá também que está o hotel que tem maior numero estrelas do mundo, o Burj Al Arab, assim como o maior shopping do mundo, o Dubai Mall, e o prédio mais alto do mundo, Burj Khalifa. Muito luxo e imponência para um país só!

Dubai com crianças

Se me perguntassem se achei Dubai cidade bonita, digo que não. Ela faz aquele estilo mais artificial, mas é muito bem pensada para suprir vários setores – um deles, com certeza, é o entretenimento. Com certeza, essa é uma das cidades que mais se transforma no mundo.

Alguns usam Dubai só como parada , já que quem viaja do Brasil para a Ásia ou África acaba fazendo um pit-stop por lá. Se forem poucos dias, precisa se organizar nas prioridades porque tem muita atividades para fazer.

Além disso, a cidade é muito segura. Não existe clima de terror nem de confusão. As mães ficam sentadas no calçadão tranquilas vendo seus filhos brincarem na praia.

Dubai com crianças

Agora conta para gente qual outro destino oferece praia, esqui, deserto, parque aquático, shopping, zoológico – e tudo concentrado no mesmíssimo lugar? Acrescente aí uma hotelaria primorosa, já que estão sempre investindo para agradar a todos os públicos. Definitivamente, o lugar é garantia de férias inesquecíveis em família!

Quando ir a Dubai

Não se esqueça de que a cidade de Dubai foi toda construída em cima de um deserto. Portanto, recomendo que pense em viajar para Dubai com crianças entre outubro e abril, talvez no máximo no início de maio.

Isso porque essa época é o “inverno” deles, quando as temperaturas variam entre 20° e 30°. De qualquer forma, o ano em Dubai pode ser dividido em duas estações: uma quente e outra muito quente!

Mais especificamente de dezembro a fevereiro é a melhor época para aproveitar os programas ao ar livre sem se sentir sufocado. Nesse período, tem noites em que dá até para colocar um casaco de leve.

Dubai com crianças

Como essa época é alta temporada, mesmo tendo muitos hotéis, é melhor reservar com bastante antecedência. O fluxo de turistas aumenta bastante no período, principalmente vindos da Europa, fugindo do frio.

Os meses de junho a setembro são quentes demais, e a única vantagem nesse período é que os hotéis fazem várias promoções e se tornam muito mais baratos. Logo que chegam as primeiras semanas de maio, já se sente bem a temperatura subir.

Dubai no verão?

No auge do verão, quando os termômetros marcam facilmente 40 graus ao andar na rua, ir à praia ou sentar do lado de fora do restaurante é impossível. Ou seja – as férias nesse período ficam muito limitadas a programas internos com ar condicionado, e várias atrações fecham.

Também não recomendo ir na época do Ramadan, que não é das melhores. Não é uma data fixa mas dura um mês, e geralmente cai em junho. Esse período é marcado por alguns rituais, o que faz vários restaurantes e estabelecimentos fecharem também. 

Como se locomover em Dubai

Definitivamente, quase não se anda a pé por lá. Existem várias opções de transporte, como trem, Uber, metrô e táxi, mas acho que a melhor é alugar carro que para lá é sinônimo de economia e conforto.

Não consegui fazer isso, pois na época não tinha a carteira internacional de habilitação e os Emirados exige isso. Mas com certeza, se eu voltar lá, essa será a primeira opção de transporte, principalmente se estiver com as crianças!

Hospitais em Dubai

American Hospital: Dizem que o atendimento e os médicos aqui são excelentes e fica  a uns 15 minutos do centro.

>> Deu vontade de conhecer esse destino juntinho com a família? A Nath e a Travel Place preparam um roteiro na medida certa para vocês fazerem a viagem dos sonhos!



Comentários