Park City: partiu se divertir na maior área esquiável dos EUA

Park City foi uma feliz surpresa. Descubra por que!

Ainda não tinha ouvido falar dessa estação de esqui maravilhosa até meu irmão se mudar para Utah, Estados Unidos. Depois que descobrimos, posso dizer que foi amor à primeira vista! Esse é o tipo do destino em que voltaria várias vezes só pela extrema organização, logística, opções de entretenimento… Quer saber mais a respeito de Park City? Então vem comigo que a seguir, você confere mais detalhes sobre este paraíso de neve, e também a melhor época para visitar com a família. Vamos lá?

Park City

Sobre Park City

Um verdadeiro paraíso para os amantes do esqui ou mesmo para quem quer aprender a esquiar em família: esta é Park City, complexo que parte do grupo Vail Resorts e que conta com nada menos que 38 teleféricos e quase 300 pistas com vários níveis de dificuldade. Após a união do Park City Mountain Resort com os Canyons Resort, essa se tornou a maior área esquiável dos Estados Unidos.

Embora seja enorme, Park City não é tão badalada quanto as estações de esqui de Aspen e Vail no Colorado – o que de certa forma é bom, porque dá uma amenizada nos valores. As aulas de esqui e o aluguel de equipamentos são relativamente caras, então é preciso ir com o bolso preparado.

Para entender um pouco melhor Park City, vale explicar como ela está dividia. São três grandes resorts :

1. Deer Valley: É de perder o fôlego de tão linda, bem focada nos amantes de esqui já que lá é a única que não pode praticar Snowboard. No caminho é fácil ver várias mansões mega luxuosas.

2. Park City Mountain Resort: Como é mais central, acaba sendo mais cheia e mais procurada, até porque é tão linda quanto os outros resorts.

Park City

3. Canyons Village: Foi onde ficamos hospedados. O bacana é que as crianças podiam aprender a esquiar sem nem precisarmos sair do hotel. É o maior de todos, e sem sombra de dúvida, ficaria novamente.

Park City vale a pena para quem não for esquiar?

Sempre fica aquela pergunta: esquiar ou não esquiar? Para os pais que vivem esse dilema com frequência e não sabem se vão ou não, trago boas notícias: posso dizer que esse é um dos poucos resorts de neve que oferece diversão nas alturas das montanhas e fora delas. Alguns pais e kids podem não gostar ou não saber esquiar, mas só o fato de poder pegar o teleférico e almoçar lá em cima com todo o visual inesquecível já vale a visita.

No inverno, a cidade costuma ficar com mais turistas do que habitantes locais. Por isso, recomendo se programar com antecedência para que não haja contratempos.

Park City é uma cidade que se renovou ao longo das últimas décadas, mas ainda conserva aquele clima que eu diria que é um misto de cidade de interior com faroeste + caubóis: na rua principal, Main Street, onde existem os cafés, lojas e restaurantes, o clima e o astral de cidade pequena continua presente, e isso me atraiu mais pelas facilidades com as kids.

Esse é um lugar que dá para atravessar em 30 minutos; para quem quiser se hospedar ali, também é possível. Nesse caso, você fica na cara da pista e tem garantidas muita diversão em família e com amigos!

DICA DA MÃE VIAJANTE:

Antes de ir, é muito importante entrar no site para poder já ir entrando no clima.

Como chegar a Park City

A facilidade de acesso é outra vantagem que Park City oferece, já que está localizada a apenas 30 a 40 minutos do aeroporto de Salt Lake City. Como não existem voos diretos do Brasil, é necessário fazer conexão em Atlanta, Dallas ou Houston para chegar lá. Os próprios hotéis possuem vans que podem fazer os traslados da estação até o aeroporto, mas acredito que alugar carro é o melhor, já que assim se tem mais liberdade de poder e esticar a viagem visitando outros lugares.

Quando ir a Park City

Se for para prática de Mountain bike e Hiking, o ideal é primavera e verão; mas se a ideia é ir para esquiar, a temporada vai de novembro a abril. Geralmente, vamos em fevereiro – só não recomendo ir durante o festival de cinema Sundance, que é quando a cidade fica bem cheia (por outro lado, é essa pode ser a sua chance de esbarrar com alguma celebridade hollywoodiana!). Na primavera e no outono, em meses como outubro e início de abril, ainda tem neve, porém não tem mais filas e os preços acabam saindo muito mais em conta.

Resumindo: a escolha de Park City foi uma das melhores que já fizemos por quatro grandes fatores :

  • Acesso a cidade a apenas 45 minutos de distância
  • A variedade de pistas e por serem perto uma da outras
  • A beleza incomparável do lugar
  • Preço mais em conta quando se comparado a outros estados  no EUA e a Europa.

Ainda não está convencido de que Park City é um destino sensacional para ir com a família? Então confira o post sobre o que fazer em Park City e comece agora a montar seu roteiro!

>> Deu vontade de conhecer esse destino juntinho com a família? A Nath e a Travel Place preparam um roteiro na medida certa para vocês fazerem a viagem dos sonhos!



Comentários