O que fazer em Viena com Crianças?

Viena é uma cidade relativamente pequena, onde se locomove muito a pé ou percorrendo poucas estações de trem e metrô. É por esse motivo que dá pra combinar mais de uma atividade por dia. Neste post, eu vou dar dicas de algumas combinações que podem ser feitas em trechos que ficam a, no máximo, 12 minutos de carro um do outro.

Atividades em Viena com crianças

1. Tour Zoológico + Palácio de Schonbrunn + Children’s Museum + Technisches Museum Wien

  • Zoológico Tiergarten Schonbrunn: Um lugar fascinante no mundo animal que fica nos jardins do Palácio de Schonbrunn. Os visitantes podem alimentar alguns animais, como o leão marinho. Dessa forma, as crianças vão se sentindo intima dos pandas, tigres, orangotangos, coalas e muitos outros. Combina os destaques do mundo natural com o mais antigo zoológico do mundo e o melhor da Europa.
  • Palácio de Schonbrunn: Esse Palácio foi a residência de verão da Família Imperial dos Habsburgo durante anos e foi construído no século XVII. Vale a visita interna, assim como ir a seus jardins e seus labirintos. Os cômodos em estilo rococó definem a riqueza e a sua suntuosidade . Não é o maior, mas é o mais belo palácio de Viena. Foi lá também que viveu Isabel da Baviera, a Sissi, que foi imperatriz da Áustria e rainha da Hungria. Na hora de comprar ingresso, fique atento porque são dadas várias opções. Cada uma delas tem acesso a um determinado lugar, com o grande tour, imperial tour, labirinto etc.

    Nós fizemos uma visita rápida porque as crianças estavam empolgadas para o zoo, mas vimos a elegância do quarto de Francisco José e a Imperatriz Isabel, Sissi, e a galeria onde tinham os banquetes que era um luxo só. Sissi quebrou vários protocolos da Corte, já que não se adaptava as formalidades da mesma.

  • Children’s Museum: É possível ter um playground indoor ao lado de um Palácio? A resposta é sim. Os meninos amaram essa diversão, principalmente o João, já que podia se vestir de roupas antigas de príncipes e princesas com uma enorme variedade de tecidos cores e acessórios diferentes.

Eles andaram nos cavalos de brinquedos e viram como os pequenos reis dormiam e viviam. Aos poucos, foram conhecendo a história de cada canto. Em todos os cômodos, arquitetados de forma lúdica, eles puderam se divertir. A sala de jantar com toda a comida de brincar e sua respectiva mesa foi um dos lugares preferidos deles, junto com o escorrega e brinquedoteca. Uma excelente experiência em família mergulhando nos tempos imperiais!

  • Technisches Museum: Outra opção perto dessa região do Palácio de Schonbrunn que faz o maior sucesso é o Museu da Tecnologia. São vários andares com o que tem de mais moderno em cada área, mas mesclando muito também com umas partes antigas. Independentemente de serem crianças ou adultos, para quem curte tecnologia é um programa que não pode faltar no roteiro ainda que seja um museu voltado para um público mais jovem. São várias atrações como carros, trens, aviões, computadores, TV, e tudo pode ser usado de forma muito interativa.

As crianças se divertiram na simulação do telejornal em que eram os apresentadores, e amaram também um escorrega com velocímetro. Perderam o ar de quantas vezes que subiram e desceram naquilo. Ou seja, é muito bem organizado e é um dos melhores museus de tecnologia do mundo. É quase um parque de diversão que transmite ensinamento. Achamos que seria uma visita rápida mais demoramos mais de 3 horas lá. Os inventores foram capazes de passar conhecimento de forma fácil, criativa e divertida.

2. Tour Zoom Kinder Museum+ Museu de História Natural

  •  Zoom Kinder Museum: Museu infantil muito bacana que não importa a criança saber falar ou entender a língua. Como a programação é toda baseada no visual as kids se divertem para valer. Nas exposições, as crianças adquirem impressões sensoriais e experiências emotivas, que colocam em movimento os processos de aprendizagem e as permitem adquirir novos conhecimentos. O objetivo é que elas toquem e experimentem exposições através do sentido e do toque, e assim, descubram várias coisas no mundo. Os meninos tiveram a oportunidade de assistir a uma exposição do corpo humano. Mesmo não falando inglês, entenderam tudo.
  • Museu de História Natural: Sou suspeita para falar porque eles se divertiram muito nessa cidade, mas nesse museu especificamente eles pareciam estar maravilhados com cada modelo de bicho que aparecia pela frente. São tantas alas de fósseis e de história que só aguçaram a curiosidade das Kids. Sem sobra de dúvida, umas das coisas que mais gostaram foi o dinossauro que se mexe e ainda emite sons. Tem tantas peças, explicações de cada espécie de animal e sobre a evolução do planeta que tínhamos a ideia de fazer uma visita rápida e demoramos quase a tarde toda.

3. Tour Palácio de Hofburg + Casa da Música+ Time travel Vienna+ Escola de Equitação

  • Palácio de Hofburg: Visitar esse palácio é imprescindível, já que foi durante mais de 600 anos o local de residência dos Habsburgo e é um local que mais recebe turistas em Viena. Tem quatro espaços que são um must see:
    • Os apartamentos imperiais com seus 19 cômodos, onde a família Habsburgo Morava
    • O Museu de Sissi, onde é possível ver vários de seus objetos e retratos. Ao percorrer as seis salas, entende-se uma pequena parte da intensa vida da Imperatriz com sua obsessão pela beleza e sua rebeldia frente à vida na corte
    • A Prataria Da corte que, com o fim da monarquia da família, os objetos passaram a ser da Áustria. Mas caso não tenha muito tempo aqui, não deixe de percorrer os apartamentos imperiais e o Museu de Sissi.
    • Escola Espanhola de Equitação: Os cavalos aqui são as estrelas principais e são famosos no mundo todo. A escola é bem antiga, foi criada em 1572 e faz parte do Hofburg. Para os jovens aristocratas fazerem aula de equitação em 1735, foi criada a escola de inverno, que era uma sala barroca onde os cavalos lipizzanos se apresentam. As criações e a doma desses cavalos de raça eram um dos hobbies da corte imperial austríaca. Por isso, foi fundado um picadeiro de Lipizza, que se mantém até hoje. Lá, eles se apresentam ao som de música clássica. O mais interessante desses cavalos é que eles são pretos até uns 8 anos, quando se tornam brancos. Para conhecer a escola, basta comprar ingressos para um dos espetáculos equestres ou agendar uma visita guiada. Vale ressaltar que, se optar pela primeira opção, é melhor preparar as pernas para assistir ao show em pé.
  • Casa da Música – Haus der Musik: Viena é famosa por atrair jovens músicos do mundo. O que mais gostamos nesse museu é que ele é todo interativo e está localizado no edifício onde foi fundada a Orquestra Filarmônica de Viena. Assim, logo no primeiro andar, quando você sobe a escada, o piso é uma espécie de piano que emite os sons de música a medida em que pisamos em cada degrau.
  • Lógico que aos descobrirem isso eles ficavam para cima e para baixo. Além disso, tem um jogo de dados que resulta na composição de uma valsa; e tem também a história contada de forma bem explicativa dos maiores músicos da história. Mas um dos grandes destaques, além do piso que emitia som, foi a simulação de poder conduzir uma orquestra. Eles se sentiram verdadeiros maestros!

4. Tour Haus de Marees+ Leopold Museum + Wasserspielplatz Wasserturm+ Piscinas da Diana Erlebnisbad

  • Haus de Merees: Um aquário bem interessante que fica em um prédio, ou seja, em cada andar você vai se deparar com uma espécie de ambientes marítimos diferentes. Até animais da Amazônia é possível ver por ali. O local tem elevador e escada, o que facilita para quem está de carrinho ou tem problema de locomoção. Cada andar tem uma descoberta fantástica. As atrações são bem interativas, e as crianças se divertem com todos os habitats, que são cuidadosamente simulados. O lugar também tem uma vista panorâmica da cidade, que pode ser apreciada no final do dia.
  • Leopold Museum: Ótimo museu, localizado no quarteirão dos museus em um prédio bem novo com uma moderna concepção museológica. Bem moderno e prático, com localização muito central. O mais legal é que a visita é relativamente rápida e pode-se apreciar um conjunto de obras de arte sobre Klimt e Schiele. Esse último tem mais de 10 salas com o que há de melhor dele, além de um acervo com várias outras obras contemporâneas. Bem fácil de se locomover. Todo domingo à tarde, tem o “Leo Kids Workshop”,  que promove uma ótima oportunidade para os pequenos se engajarem no mundo das artes enquanto conhecem o museu. Depois de uma curta turnê com várias histórias e segredos relacionados às obras mais interessantes expostas no museu, a garotada bota a criatividade pra jogo e escolhe todas essas novas informações para moldarem suas próprias obras de arte.
  • Piscinas da Diana-Erlebnisbad: Talvez é o tipo do programa que você nem olharia no inverno. Mas engana-se quem pensa que é um parque aquático ao ar livre. Suas piscinas são internas e tem escorregador com mais de  125 metros de comprimento, um barco pirata e um espaço próprio para brincadeiras aquáticas como as grandes corredeiras. Só não aconselho ir no final de semana e feriados, quando fica muita bagunça.

5. Tour StadtPark + Rathausplatz (somente no inverno) + KunstHausWien

  • StadtPark: Parque lindo para apreciar a natureza, já que tem um relógio de flores bem no meio. Lugar muito calmo, que pode ser aproveitado no ano todo, mas principalmente durante primavera e verão já que é um convite para fazer um piquenique. Mesmo ficando bem no meio do coração da cidade, é bem calmo e muito gostoso de relaxar. Claro que, como em todo lugar da cidade, tem sempre alguém tocando uma boa música, o que deixou ainda melhor aquele clima de inverno. Tem várias estatuas de artistas famosos, e a que se destaca é de John Strauss.
  • Rathausplatz: Uma pista de patinação incrível que se torna um dos grandes cartões postais da cidade entre meados de janeiro e final de março em frente à Prefeitura. Tem mais de uma pista para iniciante, várias barracas e patins disponíveis para todas as idades. Também é muito famosa a feira de Natal que acontece ali no mês de dezembro, com todas as suas luzes, alto astral e música. Endereço: Rathauspl. 1, 1010
  • WienKunstHausWien: Com seu design inovador e artístico, esse museu chama a atenção de longe. Em Viena, é o único edifício projetado por Friedensreich Hundertwasser. É uma espécie de museu verde, já que apresenta artistas que adotam as ideias de Hundertwasser sobre ecologia e sustentabilidade com uma oficina criativa em um jardim no telhado. É muito bacana, mas as visitas guiadas em família são somente em alemão. O museu oferece um programa educacional para crianças, adaptado às necessidades das kids com base em seu domínio especial de experiência. Além das visitas guiadas, tem muitos workshops bacanas orientados para a prática. É um museu bem diferente, que não fica naquele centro principal da cidade. Fica em Hundertwasserhaus, que é uma das principais atrações de Viena e faz parte do patrimônio cultural austríaco (Hundertwasserhaus tem várias casinhas coloridas que parecem um verdadeiro quebra-cabeça, mas o chão das casas não é reto. Parece que no interior dos quartos crescem árvores que crescem pela janela!).
Hundertwasserhaus

6. Tour Family fun + Donauinsel (Ilha do Danubio) + Hochseilklettergarten

  • Family Fun: Fica mais afastado. É uma combinação de parque de lazer, área de atividades e restaurantes a preços adequados para toda a família. Tem um ótimo parque interno e externo, onde as crianças podem correr, brincar, engatinhar, pular etc. Existem vários brinquedos, casa fantasma e brinquedos infláveis que as crianças usam para descer. É ideal para crianças de 0 a 12 anos, e as atividades são separadas. Nos dias mais frios é uma opção perfeita!
  • Ilha do Danúbio: Com certeza, é uma bela dica para quem quiser sair dos programas óbvios de Viena. A ilha do Danúbio, Donauinsel, é perfeita para se refrescar com os pequenos nos dias quentes. É um programa super acessível em que se pode praticar vários esportes como natação, skate futebol, canoagem etc. Lugar revigorante no meio da cidade. Como fomos no inverno, não tivemos a oportunidade de conhecer, mas muitas pessoas falam que depois de alguns dias de museus e lugares fechados, o programa de visitar essa ilha cai perfeitamente na programação. Tem vários playgrounds, jardins, espaços para andar de bike. Ali, também é possível alugar barquinhos a remo e remar pelas águas cristalinas do Danúbio. É até possível mergulhar, já que a água é limpa. As casas de praia com barcos e jet skis na porta são muito utilizados nas férias de verão. Só fico imaginando cada fotão que deve dar para tirar por lá! Engana-se quem pensa que ela só é acessível de barco. É super fácil de chegar: basta pegar a linha U1 de metrô, que te deixa praticamente dentro da Ilha, descer na Estação Donauinsel e caminhar por no máximo uns 5 minutos.
  • Hochseilkletter: Desafio e aventura para jovens e idosos! É um primeiro grande jardim de escalada da cidade, um verdadeiro parque de aventuras que oferece diversão e aventura para todas as idades com suas mais de 79 plataformas. O serviço é ótimo, tem ótima segurança e bom custo x benefício, mas só abre no verão.

7. Tour Palácio Belvedere + Albertina + Opera House + Schmetterlinghaus + Museu da Ilusão

  • Palácio Belvedere: É um grande complexo com jardins lindos e palácios convertidos em museus. É separado por Belvedere Interior e Superior. O último é a casa do “O beijo”, de Gustav Klimt. Tem também um grande acervo de outros artistas austríacos e estrangeiros. Num anexo chamado Belvedere 21, tem uma construção moderna bem diferente dos palácios, com exposições de arte contemporânea. Eles promovem atividades para as crianças, principalmente Caça ao tesouro. Sem contar que o jardim de lá é um convite para uma brincadeira e um passeio, já que é lindo. Na volta, paramos no parquinho do Parque Schweizergarten, que eles adoraram.
  • Albertina: Museu incrível com obras incríveis e muito bem explicadas, onde se consegue entender tudo no contexto histórico. Ou seja, é uma forma de apreciar a arte através das várias explicações. Pinturas e desenhos de Picasso, Monet, Van Gogh e outros mestres da arte estavam espalhadas por todo o Museu. O mais legal é que eles organizam um private tour para as famílias para crianças de 6 a 12 anos e, no final, tem workshop, onde todos os participantes podem dar asas à criatividade. Tem várias opções de idiomas, e vale muito a pena visitar.
  • Opera House: A visita à Ópera de Viena só pode ser feita por meio de visitas guiada. No passeio, você verá o hall de entrada e subirá uma escadaria para dar de cara com o auditório, o salão de chá, a sala de Mármore e várias outras coisas. Conhecer a Ópera de Vienna é uma oportunidade cultural única. Tivemos a oportunidade fazer a visita guiada, conhecer a história e aprender mais sobre o lugar. Só não consegui assistir um espetáculo lá por que a maioria demorava mais de 3 horas e eu achei que as crianças não iriam curtir.

DICA DA MAMÃE VIAJANTE

No site da Opera é possível ver o programa específico para crianças e jovens que eles têm. Tem um lugar focado para o público jovem e eles fazem um trabalho bem legal para um público de 6 anos ou mais.

Concertos projetados especificamente para crianças permitem que o público mirim experimente o teatro musical em primeira mão. As crianças que estão interessadas em cantar ou dançar ativamente podem se juntar ao coro infantil da Opera School ou frequentar a Ballet Academy, uma das escolas de dança de maior prestígio, para aprender a dançar.

  • Schmetterlinghaus: Um verdadeiro oásis tropical único, tranquilo e relaxante, já que fica em uma casa toda Art Nouveau. É um ambiente com várias borboletas coloridas, fontes e plantas exóticas em um ambiente totalmente integrado com a natureza. Faz parte do Palácio Real de Hofburg, e conta também com algumas estufas, onde é possível ver o processo de saída do casulo das borboletas! Mas só vale a pena ir se tiver com tempo sobrando, até mesmo porque moramos em um país tropical e sempre vemos várias delas.
  • Museu da Ilusão: Museu pequeno, mas muito engraçado. Possui alguns puzzles e experiências bem interessantes. Interativo, super divertido para toda a família. A única questão é que parece sempre ter fila.

Outras atividades em Viena com crianças

Parque aquático Wasserspielplatz Wasserturm: Um grande parque aquático que abre na primavera e no verão e que faz a diversão da garotada. São várias cachoeiras, açudes, riachos e escorregas distribuídos por mais de 15 mil metros quadrados de pura adrenalina. Lá, alguns brinquedos têm água que vem diretamente da fonte. Além disso, as crianças podem escalar pedras escorregadias no córrego, caminhar sobre pontes, ou apenas mergulhar na piscina grande. No meio dela, existem duas balsas que você pode usar para passar de um banco para o outro.

Wasserspielplatz Wasserturm

Tem a opção de brincar de praia já que até areia tem. E se os adultos quiserem uma folguinha da bagunça, podem ficar esperando na zona de relaxamento. Quando voltar a Viena, quero ir ao verão só para conhecer esse lugar porque me encantei pelas fotos e imagens! Endereço: Windtenstraße 3 zwischen Triester Straße und, Raxstraße, 1100 Wien, Áustria

Prater: É um parque aberto em meio a uma enorme área com jardins e áreas de lazer para caminhadas. Fica um pouco mais isolado e é o mais antigo do mundo. Reúne um monte de brinquedos para todas as idades e fica aberto o ano todo, diversão garantida para a criançada. A atração mais famosa é a roda gigante, mas eu fiquei surpresa achando que iria encontrar só ela e me deparei com vários brinquedos como montanhas russas, carrosséis, casas de terror, carrinhos de choque, um museu do chocolate e até uma  pequena filial da Madame Tussauds. Ou seja, há por ali diversões para todas as idades.

Por estarmos no inverno, alguns brinquedos não estavam funcionando. Com certeza deve ser muito mais prazeroso visitar em outras épocas do ano, mas adoramos conhecê-lo. Remete um pouco àqueles parques antigos onde passei minha adolescência. Além de ser um lugar com muita história e encanto, a entrada é gratuita e paga-se por brinquedo. Tem várias barracas de comida e pode-se até jantar dentro de uma das cabines da roda gigante.

Fazenda infantil na vinícola Landgut Wien Cobenzl: Fica um pouco mais afastado do centro de Viena, mas é um ótimo programa para fazer de março a setembro quando as kids estiverem já cansadas de programa fechados. A fazenda tem vários bichos diferentes, como porcos, ovelhas, vacas, coelhos etc. Existem visitas guiadas em que as crianças conhecem um pouco mais de cada bicho, de sua agricultura e produção de alimentos. Como é uma fazenda com um zoológico, este lugar é ideal para famílias com crianças,

Winter market: Acontece de meados de novembro a início de janeiro e é um dos mercados de inverno mais famosos. Em Vienna tem dois muito famosos: o do Prate e da Rathausplatz. Lá, tem de tudo: de barraquinhas deliciosas de comidas típicas até vários enfeites de Natal, além de boa música.

Compras em Viena

Aqui, encontra-se de tudo: belíssimas porcelanas de Augarten pintadas a mão, pratarias, belíssimas cerâmicas, joias, artigos de ferro batido e mercadorias de couro… Não diria que é um lugar ou desino de compras, visto que não é uma cidade barata.

A cidade não é muito grande, mas oferece mil encantos de souvenir. O destque que é claro que não poderia faltar é a rua Kohlmarkt, a Champs Elyses de Vienna com suas grifes chiquérrimas.

Karntner Strab: É a rua mais famosa e mais procurada seja pelas suas lojas que vendem de tudo e pela sua localização que fica no centro. Fica entre a Ópera Estatal e a Stephansplatz; é bem turística, mas muitos moradores também transitam por lá.

Kohlmarkt: A rua mais chique da cidade não poderia deixar de ter suas lojas luxuosas, como Chanel, Gucci etc. É nessa rua também que fica o café Demel, localizado bem no centro com seus prédios antigos, e o final da rua dá de frente para o palácio de Hofburg.

Mariahilferstrasse: É a maior rua para compras e se acha de tudo, de H&M, C&A, Mango, Zara até lojas de souvenires. É um verdadeiro céu aberto com todas as marcas de lojas mais populares. A parte mais movimentada e com mais lojas é a que liga a Babenbergerstrasse até a estação de trem/metrô Westbahnhof.

Gumpendorfer Strasse, Lindengasse e Kirchengasse: A Gumpendorfer é uma rua para quem ama objetos de design e de decoração cheia de criatividade e estilo. As ruas Lindengasse e Kirchengasse também podem ser boas opções que você gostará bastante se estiver comprando coisas para casa, escritório e afins.

Naschmarkt em Viena: Mercado delicioso com barracas que vendem vários tipos de comida, frutas, alimentos, doces e muito mais. O passeio por si só já é uma delícia, visto que se sente o aroma das especiarias de longe. Ali por perto tem vários restaurantes locais também.

>> Deu vontade de conhecer esse destino juntinho com a família? A Nath e a Travel Place preparam um roteiro na medida certa para vocês fazerem a viagem dos sonhos!



Comentários